Pele, unhas, pés, banhos... O que você precisa saber

Sabia que tomar muitos banhos faz mal pra pele? E que não se deve usar sabonete sempre? Essas e outras várias dicas práticas seguem aí nesse roteiro básico que nos traz a consultora em estética, Daiana Gonçalves. Ela também nos conta sobre unhas e pés.

A gente sabe, quem está feliz com seu visual dá sinais que tem boa auto-estima. Estar bem consigo mesma e com os outros é sinônimo de beleza, cuja manifestação se dá principalmente na pele.
Nestes tempos, onde temos jornadas triplas de trabalho, o estado psicológico é tão importante quanto o físico. Um dos principais indícios onde a mente saudável sinaliza uma pele bonita e jovem é a existência do cortisol, hormônio liberado em situações de estresse por glândulas situadas nos rins. Apenas um simples ataque de ansiedade pode liberar perigosas doses dessa substância, que tem papel fundamental nas reações do corpo durante as crises.

Harmonia mental atrai beleza... Então, relaxe... Esta é a chave. Porém, seguem aí algumas orientações e cuidados básicos: fique confiante, segura e bonita, e não deixe de tratar do seu corpo com toda a atenção que ele merece.

Muito banho faz mal - A pele é o maior órgão do corpo humano e funciona como uma espécie de cartão de visitas pessoal. Para deixá-la com uma aparência serena e saudável, você deve incorporar aos hábitos diários quatro passos básicos: limpeza, tonificação, hidratação e nutrição.
A pele da face deve ser lavada pelo menos uma vez ao dia, à noite, antes de dormir, permitindo assim a produção de gordura que lubrifica e protege a pele. Prefira sempre a água fria.
Cuide de alguns detalhes para o banho.
Você deve dar preferência ao chuveiro, ou seja, com boa quantidade de água corrente, sem pressão excessiva, evitando duchas para não provocar remoção excessiva da camada lipídica que protege a pele.
Neste mesmo sentido, banhos muito quentes também produzem ressecamento da pele, diminuindo a camada de gordura natural e protetora, tornando a pele mais vulnerável a agressões externas, inclusive infecções.
O número excessivo de banhos também é prejudicial à pele, bem como o uso abusivo de sabonetes, por isso o próprio uso de sabonete deve ser eventual. Já a bucha vegetal produz uma esfoliação suave e reduz a secura da pele, ajudando a fazer espuma, o que provoca uma limpeza mais uniforme.
Se você mora numa cidade de clima frio e seco, deve usar hidratante, especialmente nos braços e nas pernas. Os leites e loções de limpeza são mais indicados para peles secas ou irritadas, e, ainda, para remoção de cosméticos.
Quem tem pele mais oleosa deve preferir loções de limpeza com veículo alcoólico ou similar, que permita limpar e desengordurar a pele de forma adequada e sem causar irritação. Na área dos olhos, os cosméticos devem ser removidos com produtos de base aquosa.

Os inimigos da pele - Fique longe do cigarro, direto! Ele acelera o envelhecimento e altera a circulação sanguínea. Não se exponha perigosamente ao sol. Hoje sabemos que a exposição desmedida pode trazer muitos malefícios, acelerando o envelhecimento cutâneo.
Diga não também ao sedentarismo e pratique atividades físicas regularmente.
E atenção: nada de dormir pouco! É à noite que as células se organizam e se preparam para a tão desejada renovação. Portanto, procure descansar no mínimo 6 horas.
Evite, entretanto, preocupações maiores. Envelhecer é um processo natural e do qual ninguém escapa. Há os fatores internos, que tem como base a hereditariedade e as questões genéticas: se a sua família tem tendência a rugas de expressão, por exemplo, é bem provável que você também apresente. Os fatores externos igualmente aceleram o problema, como os que falamos acima.
De qualquer forma, é importante entender que o envelhecimento é, na real, o desgaste de vários setores do organismo. A derme e a hipoderme diminuem de espessura, a produção das fibras de colágeno e elastina diminui, as trocas inter-celulares se reduzem... E por aí vai...

Uma dica legal para o público do Absoluta é a Rosaterapia.
Além de limpar, hidratar e proteger a pele diariamente, uma vez por mês faça um carinho extra ao rosto com esta técnica bem holística.
Utilizado em outros países também, o tratamento inclui uma linha completa de produtos formulados com puro óleo essencial de rosas, aquaporines (substâncias que retêm a água nas células) e silício orgânico, capaz de desenvolver maciez, luminosidade e viço a peles desidratadas e envelhecidas. A se
ssão, que em geral dura uma hora, inclui limpeza, tonificação, esfoliação, loção revitalizante, elixir rejuvenescedor e máscara calmante.

A paixão pelas unhas - Mulheres costumam gastar tempo e dinheiro para mantê-las em boa forma, então seguem aqui algumas dicas. Em boas condições, elas podem ser muito atraentes, e tal, mas refletem a saúde do corpo, além de hábitos pessoais. Além de seu apelo estético, as unhas têm muitas importantes funções: ajudam a pegar e manipular objetos, protegem os tecidos das pontas dos dedos das mãos e pés, e, como dissemos, refletem nosso estado geral de saúde, pois muitas doenças e condições sérias podem ser detectadas por mudanças nas unhas.
Roer as unhas é um problema bem comum. Esse hábito tende a ser perdido com a idade, porém está relacionado à ansiedade e monotonia na vida também de adultos.
Unhas encravadas são um problema também freqüente. As unhas mais envolvidas são as dos dedos grandes dos pés. Sapatos apertados e outros traumatismos são as causas mais comuns. Podem ser dolorosas e, às vezes, favorecem infecção. É preciso procurar um dermatologista logo no início, em vez de ficar tentando resolver o problema sozinha, cortando ou lixando os cantos da unha afetada, para evitar conseqüências futuras mais desastrosas, como infecções.
As unhas podem ser foco de infecções por fungos (micose de unha) e por bactérias, levando a inchação e vermelhidão em torno delas.Tumores benignos e malignos podem se instalar ao lado ou por baixo da unha, às vezes necessitando de cirurgia para sua remoção.
Há ainda várias doenças que podem acometer as unhas, como psoríase e líquen plano.
Então, observe esses cuidados em casa:

:: Evite lixar a parte de cima da unha porque isso destrói a queratina.
:: Contato com terra, plantas, pêlos de animais e utensílios contaminados na cozinha ou até em manicures podem favorecer infecções por fungos, vírus e/ou bactérias.
:: Cigarros e certos produtos químicos, como até mesmo esmaltes e removedores, podem ser prejudiciais às unhas, tornando-as amareladas.
:: Evite mexer em unhas encravadas, especialmente se já estiverem infectadas.
:: Mantenha suas unhas limpas e secas, porque por baixo delas podem se manter bactérias e outros organismos infecciosos.
:: As unhas devem ser cortadas retas na frente e ligeiramente arredondadas nas laterais para manter seu vigor máximo.
:: Não roa as unhas. Esse hábito cria um terreno úmido e favorece infecções. Pode também fazer com o crescimento da unha seja irregular.
:: Mudanças na unha, inchação e dor podem sinalizar um problema sério. Relate qualquer alteração ao seu dermatologista. Ele é o médico que melhor pode determinar qual a conduta terapêutica para o seu caso.

Quanto aos pés, eles permanecem fechados e têm a dura missão de carregar o peso do corpo. Resultado: as áreas de maior atrito tornam-se espessas, alguns locais apresentam microfissuras, as unhas ficam predispostas a micoses e, não raro, surgem calos e outras lesões. E ainda há o incômodo do mau-cheiro, provocado pelas bactérias que se alimentam do suor.
Dicas para evitar esses males: deixar os pés arejados; secá-los bem após o banho; esfoliá-los com produtos específicos; cortar as unhas de forma correta para evitar o encravamento; e não abusar dos saltos muito altos que acentuam a curvatura.

DAIANA GOLÇALVES
Consultora Racco
daigoncalvesdai@hotmail.com
ARAÇATUBA/SP

Foto/topo: Edição de arte a partir de imagens de www.worth1000.com
Outras fotos: www.sxc.hu

Um comentário:

berth disse...

esteja cumprimentada!foi uma visao muito positiva ler o teu trabalho e espero que tenhas muitos sucessos. As suas informacoes sao muito uteis para o muno

 
Série Temática Edição Absoluta/Beleza. COORDENAÇÃO E DESIGN: RICARDO MARTINS. Foto-topo: Jéssica Pulla, bellydancer, clicada por Toni Bassil.